Design Sprint

Porquê esperar meses para testar uma ideia, quando ela pode ser feita em dias? Encurta o processo de inovação e acabe com debates intermináveis. O design sprint de uma semana, baseado na metodologia do Google Design Sprint, é o método mais rápido para testar uma ideia ou feature de negócio.

“Maximiza a tua velocidade de inovação, reduz o tempo de entrada no mercado e evita gastar recursos escassos nas ideias erradas.”

O poder do design sprint

Combinar a nossa expertise é fundamental para obter resultados rápidos. Portanto, para começar, precisamos do expert em conteúdo da tua empresa, das habilidades de prototipagem do nosso UX designer e de um planejamento rigoroso facilitado pelo nosso service designer. Com esta combinação, uma semana divertida e produtiva é garantido.

Dentro de 5 dias, passaremos por cinco battle steps:

      1. Define o problema
      2. Faz ideação e benchmark
      3. Prototipagem
      4. Testar com users reais
      5. Aprender e iterar

Juntos iremos:

  • descobrir a suposição mais arriscada no seu conceito (assumption)
  • transformar a tua ideia num protótipo 
  • testar tanto as suposições como o protótipo com os utilizadores

Design Sprint: um método comprovado

A restrição de tempo garante uma rápida tomada de decisão e uma mentalidade de pensar menos e fazer mais. O dia do user test é o momento derradeiro onde deixamos o cliente falar à vontade. A partir de agora, acabaram-se as tomadas de decisão com base na opinião das hierarquias mais altas sobre o que os teus clientes preferem. E a prototipagem é a ferramenta perfeita para trazer a voz do cliente para dentro da organização.

Conduzimos 80+ Design Sprints em todas as indústrias, sempre customizados aos desafios e requisitos da equipa.

Quando fazer um design sprint

A inovação, que estás a planear, tem alto impacto no user? Ou a feature ou inovação envolve um grande investimento? Nestes momentos, é sensato usar um design sprint, porque no final da semana vai tornar-se claro se deves progredir com a ideia ou se deves mudar de direção.

Muitas vezes usamos o design sprint como a ponte entre o Service Design e o UX Design. No fim de contas, estamos a testar os conceitos mais arriscados resultantes da desired customer journey (service design).  Os resultados dão-nos uma visão de quais ideias valem o teu investimento e, consequentemente, como precisamos de ajustar o roadmap. A partir desse momento, o UX design começa.

Queres conhecer os nossos especialistas??

Employee Experience

Design Research

Customer Journey Mapping

Service Blueprint

Need Based Personas

Transformational program

Interaction design

Visual Design

UX Research

Morphological psychology